IMC: Índice de Massa Corporal

PUBLISHED ON APR 16, 16047

Esta sigla reflete o critério adotado pela OMS - Organização Mundial de Saúde - para definir o grau de obesidade de uma pessoa. Traduz-se numa tabela que usa o peso e a altura para estabelecer os índices aceitáveis de peso. O peso do corpo (em quilos) é dividido pela altura ao quadrado (em metros). No adulto jovem, o resultado –IMC- acima de 25 é considerado sobrepeso, acima de 30 já é obesidade e acima de 40 severamente obeso:

            IMC=  PESO / ALTURA x 2

IMC (kg/m2) Grau de Risco Tipo de Obesidade
18 a 24,9 Peso Saudável Ausente
25 a 29,9 Moderado Sobrepeso
30 a 34,9 Alto Obesidade Grau I
35 a 39,9 Muito Alto Obesidade Grau II
40 ou mais Extremo Obesidade Grau III

Quanto mais alto o IMC, maior o risco de doenças associadas à obesidade. O IMC modifica de acordo com a idade e os índices desejáveis são:

IDADE IMC
19 a 24 19 a 24
25 a 34 20 a 25
35 a 44 21 a 26
45 a 54 22 a 27
55 a 64 23 a 28
> 64 24 a 29

No adulto, o peso normal varia de acordo com sua altura, permitindo que possamos estabelecer os limites inferiores e superiores de peso corporal para as diversas alturas conforme a seguinte tabela:

Altura (cm) Peso Inferior (kg) Peso Superior (kg)
145  38 52
150  41 56
155  44 60
160  47 64
165  50 68
170  53 72
175  56 77
180  59 81
185  62 85
190  65 91

O IMC não avalia a distribuição da gordura corporal, havendo necessidade de utilização de outras medidas antropométricas para tornar a avaliação de obesidade mais completa.