Compulsão Alimentar

PUBLISHED ON APR 16, 16047

A compulsão alimentar é a grande vilã da obesidade, revezando períodos de jejum com crises de hiperfagia. O horário mais perigoso para esta desordem alimentar costuma ser é depois das 18 horas, depois do trabalho, horário mais propício para que a pessoa entre em contato com suas demandas internas. A angústia experimentada impede de conseguir esperar pelo jantar, levando o obeso à crises de hiperfagia. Começa, então, a única refeição da noite, que tem hora para começar, mas não tem hora para acabar. Às vezes, em casos de compulsão, só acaba quando a geladeira esvazia.

Como a cirurgia de redução do estômago não é uma solução mágica, a compulsão alimentar continua mesmo após a intervenção cirúrgica. Não basta interferir no órgão responsável, no caso o estômago, para alterar o padrão alimentar, é preciso alterar o nível de satisfação, aumentando a produção de serotonina, através de outros estímulos que não mais o estímulo alimentar, e last but not least buscando as verdadeiras questões que levaram à compulsão e à repetição desse comportamento, debruçando-se sobre o processo psíquico do paciente..