Anestesiamento

PUBLISHED ON APR 16, 16047

A angústia e o sofrimento podem gerar doenças psicossomáticas ou alguns vícios ligados às drogas (adictos), ao trabalho (workaholic) ou à comida (obesidade, anorexia, bulimia ou ortorexia). Entendemos que algumas pessoas lancem mão de recursos anestésicos para suportar dores, como as diversas exclusões geradas por uma sociedade lipofóbica.

A comida pode ser um anestésico? Se as pessoas se afastam das próprias questões e sua carga afetiva é deslocada para formas substitutivas, como a competitividade no trabalho ou o aprisionamento da forma física, então constatamos que essa busca da forma perfeita ou sua relação com a comida se transformaram num anestésico.

Todo obeso está quase sempre rindo ou fazendo os outros rirem, quase sempre passando uma imagem de que “está tudo bem”. Essa é uma grande mentira que acompanha aqueles que não se sentem bem com seus corpos e precisam lançar mão de um anestesiamento para seguir em frente. Do ponto de vista psicanalítico podemos chamá-lo de mecanismo de defesa, pois anestesiar-se é uma das poucas formas que o obeso encontra para circular melhor no social.